quarta-feira, 24 de abril de 2024

Juninho reassume Prefeitura de Inhaúma e Câmara estuda se vai recorrer

Cassado há duas semanas pela Câmara Municipal de Inhaúma, um mandado de segurança devolveu o cargo de prefeito a Geraldo Custódio Silva Júnior, o Juninho de Inhaúma. A defesa do político alegou que o então presidente do Legislativo, Rodrigo Serralheiro (PSDB), votou pela cassação, fato que é proibido por lei, já que o presidente não vota, exceto em caso de empate.

Juninho foi cassado pela Câmara Municipal de Inhaúma. Foto: Celso Martinelli
Juninho foi cassado pela Câmara Municipal de Inhaúma, mas voltou com mandado de segurança. Foto: Celso Martinelli

MANDADO DE SEGURANÇA
O mandado de segurança saiu na última sexta-feira (17), mas a decisão foi conhecida somente no fim da tarde de terça-feira (21), proferida pelo desembargador Fábio Torres de Sousa. A defesa de Juninho alegou ainda que, mesmo sem ninguém para defender ou representar o prefeito na sustentação oral, a sessão de julgamento aconteceu, “restando evidenciado o cerceamento de defesa, vez que os vereadores sequer sabiam qual fato estavam julgando”.

DIRETAMENTE INTERESSADO
O desembargador acolheu o argumento da defesa que apontou a irregularidade da participação de Rodrigo Serralheiro no julgamento: “Contudo, é possível verificar que o atual Presidente da Câmara Municipal de Inhaúma é diretamente interessado na cassação do mandato de Prefeito, sobretudo considerando que o Vice-Prefeito faleceu em 25/04/2021 e o mencionado vereador é o sucessor apto a ocupar o cargo”, diz no seu despacho Fábio Torres de Sousa. 

VAI ANALISAR
Por sua vez, o atual presidente da Câmara Municipal de Inhaúma, o vereador Davi Roberto (PSD), afirmou que a Casa Legislativa está analisando o mandado de segurança para tomar as medidas legais cabíveis.

Matérias relacionadas nos links abaixo:

Por 6 votos favoráveis, Juninho, prefeito de Inhaúma, é cassado – 7DiasNews

Rodrigo da Serralheira concede entrevista como novo prefeito de Inhaúma após cassação de Juninho – 7DiasNews

Juninho, prefeito cassado em Inhaúma, afirma que julgamento foi político – 7DiasNews

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3