terça-feira, 18 de junho de 2024

Pintura de Zacarias em prédio de Sete Lagoas integra programação do FENAR 2023

A pintura é a terceira a fazer parte do Festival que busca deixar obras permanentes a céu aberto na cidade

Foto: Divulgação

Uma pintura do eterno trapalhão Zacarias está chamando a atenção de quem passa pelo Centro de Sete Lagoas. A pintura em questão é uma arte em empena localizada na rua Lassance Cunha com a rua Teófilo Otoni. A inauguração está marcada para esta sexta-feira, dia 10 de novembro, às 15h.

Durante a programação do Festival Nacional de Arte de Rua (FENAR 2023), Sete Lagoas ganha a terceira obra em empena de prédio, uma criação do renomado artista plástico brasileiro Drin Cortes, em homenagem ao saudoso humorista nascido na cidade. A iniciativa, já tradicional no Festival, busca deixar obras permanentes a céu aberto para enriquecer o patrimônio cultural do município. As grandes obras anteriores foram produzidas pelas artistas Priscila Amoni, em 2021, e Efe Godoy, em 2022.

Drin Cortes é um artista plástico com formação em pintura pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e se dedica à expressão artística nas ruas e espaços públicos desde 2008. Sua abordagem criativa envolve explorar conexões entre o espaço, seus frequentadores e a obra, criando murais impactantes que convidam o observador a explorar suas próprias referências pessoais, despertando memórias e emoções de forma autêntica.

Drin Cortes/Foto: Divulgação

O tributo a Zacarias tem para Drin Cortes um significado especial, pois os Trapalhões fizeram parte de sua infância e de sua família. “Os filmes, os esquetes e os quadrinhos eram momentos de união familiar, proporcionando sorrisos e boas lembranças”, conta. Drin conta ainda que a obra em Sete Lagoas incorpora elementos que refletem a jornada do radialista que se transformou em uma das figuras mais queridas da televisão brasileira, usando símbolos e representações de momentos icônicos de sua carreira.

“Este projeto de arte pública não apenas celebra o talento e o legado de Zacarias, mas também representa a identidade cultural da cidade, com cores vibrantes e alegres que intensificam a sensação de nostalgia e sonho associados aos Trapalhões, enquanto também evocam a pureza e a inocência que Zacarias personificava”, completa.

Para o curador e produtor do FENAR, Alan Keller, o trabalho de Drin Cortes não é apenas uma obra de arte, mas uma reverência à memória de Zacarias e ao brilhantismo de Mauro Gonçalves. “É uma celebração da singularidade desse artista que nos lembra da importância de se valorizar o lado mais simples e puro da vida, trazendo alegria e inspiração a todos que o contemplarem”, conta.
A pintura de Drin Cortes conta com o apoio da Varejão das Tintas. O Festival Nacional de Arte de Rua é viabilizado através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais e conta com o patrocínio da Cimento Nacional e com apoio da Prefeitura de Sete Lagoas. A gestão é da Espaço Ampliar (Assessoria, Projetos e Eventos) e a realização do Governo de Minas Gerais.