segunda-feira, 15 de julho de 2024

Sete-lagoano Bernardo Actos é prata na ginástica artística nos Jogos Pan-Americanos de Santiago

O atleta mineiro ainda competiu nas barras paralelas, ficando na quarta colocação

Na última quarta-feira (25/10) terminou a disputa da ginástica artística masculina nos Jogos Pan-Americanos Santiago-2023 com a final da barra fixa. Favorito à medalha de ouro, Arthur Nory venceu a prova, encerrando sua participação no Pan com quatro medalhas. O sete-lagoano Bernardo Actos também participou da final, ganhando a medalha de prata. O atleta mineiro ainda competiu nas barras paralelas, ficando na quarta colocação.

Veja apresentação de Bernardo Actos

Arthur Nory fez uma ótima apresentação na final da barra fixa em Santiago. O campeão mundial apresentou uma série difícil e com boa execução para receber 14.333 pontos. A nota lhe rendeu a medalha de ouro, para coroar a campanha no Chile. Apesar de não ter conseguido sua principal meta, que era uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, Nory sai dos Jogos Pan-Americanos com quatro medalhas: um ouro, duas pratas e um bronze.

Bernardo Actos (foto ao lado) também fez uma boa apresentação na final da barra fixa para subir ao pódio. Com uma execução muito limpa, ele conseguiu 14.133 pontos, para terminar a prova na segunda colocação e, assim, levar a medalha de prata. Fechando o pódio, o canadense René Cournoyer ficou em terceiro lugar, com 14.066.

Brasileiros fora do pódio nas paralelas

Nas barras paralelas, os representantes do Brasil ficaram fora do pódio. Bernardo Actos não teve toda sua dificuldade validada, perdendo meio ponto em relação à qualificação, mas fez uma prova limpa para tirar 13.566 pontos, terminando na quarta colocação. Diogo Soares também competiu na final, mas teve uma queda, terminando em oitavo lugar, com 12.566 pontos.

O campeão da prova foi Curran Phillips, dos Estados Unidos. O norte-americanos fez uma prova digna de medalhista olímpico para tirar 15.400 e conquistar o ouro. Colt Walker, também dos EUA, levou a prata, com 14.366. Por fim, a medalha de bronze foi para o México, com Isaac Nuñez conseguindo 13.833 pontos.