domingo, 23 de junho de 2024

“Programa de Estágios é fruto de diálogo com a juventude”, afirma presidente da Câmara

A formação de capital intelectual é a chave para o desenvolvimento de uma cidade. Sabedor disso, o vereador Caio Valace criou e teve a aprovação da Câmara Municipal o Programa de Estágio do Legislativo sete-lagoano. Desde o final do ano passado 11 estagiários selecionados já iniciaram o trabalho.

Momento da recepção dos estagiários da Câmara Municipal

Caio reforça o seu comprometimento com a formação de jovens profissionais qualificados. A iniciativa é um passo importante para o futuro da cidade, que terá em breve uma nova geração de profissionais capacitados e prontos para enfrentar os desafios do mercado de trabalho e, principalmente, para atuação junto ao Poder Público.

“Não se trata apenas de oferecer uma oportunidade de estágio, mas sim de proporcionar uma experiência educativa enriquecedora, que poderá contribuir significativamente para a vida acadêmica e profissional dos estudantes”, ressalta Caio Valace.

“A criação do Programa de Estágios na Câmara Municipal é fruto de minha conversa com a juventude. Estamos traduzindo em ações o pensamento e anseios dos jovens que estão em busca do primeiro emprego e uma oportunidade”, explica.

Pra o vereador, nossos jovens querem mais que balada e futilidades. “A juventude tem e sempre teve um papel muito importante na história da construção do nosso país. Para isso precisamos criar oportunidades para esse público”, completa.

“Eles sabem que estamos conectados com eles como agente político. Este ano vamos pensar em uma agenda para a juventude, como uma audiência pública para ouví-los e entender melhor sobre o que precisam”, anuncia Valace.

O vereador e presidente do Legislativo ressalta que estagiário não é mão de obra pra Câmara Municipal. “Eles estão aqui para aprender. Não é para fechar lacuna de servidor público, de cargos em aberto. Trata-se de uma troca de experiência e formação de um capital intelectual para o Legislativo. O campo de aprendizado na Câmara Municipal é muito amplo. Desde a Contabilidade, setor de Recursos Humanos até no setor de Comunicação, onde temos uma Rádio e uma TV”, enumera.

Para Caio Valace o setor público é carente de profissionais capacitados e disponíveis no mercado para cobrir as vagas que são disponibilizadas em concursos públicos.

– Formar profissionais que terão a capacidade de atuar no Poder Público, essa é a meta do agente político moderno. Devemos abrir essa oportunidade para formar esse quadro institucional e estrutural que tanto pode colaborar com o crescimento de nossa querida Sete Lagoas, finaliza.