quarta-feira, 17 de abril de 2024

Prefeituras articulam proposta de desvio de veículos pesados da BR-040

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Prefeitos de pelo menos 10 cidades do entorno da BR-040 se reuniram nesta terça-feira, 14, na sede da Prefeitura de Itabirito, para discutir uma proposta para o desvio de veículos pesados, normalmente carregando minério, que passam pela BR-040. De acordo com as prefeituras, a passagem dos automóveis pela rodovia e pela BR-356, tem ajudado a aumentar o índice de acidentes nas rodovias de Minas Gerais.

Os prefeitos querem levar ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) um plano que consiste na passagem dos veículos por caminhos alternativos, como uma “Rodovia do Minério”. Outra passagem citada como opção é uma estrada chamada de “Pico da Fábrica”. A ideia era fazer uma manifestação em frente a um dos pontos de pedágio da 040, mas o plano foi frustrado por uma decisão judicial.

Para viabilizar a proposta, as prefeituras, especialmente de cidades do Alto Paraopeba, defendem que as mineradoras asfaltem as vias. O pleito ganhou o apoio da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (Amig).

A BR-040, entre Belo Horizonte e o Rio de Janeiro, passa por um processo de relicitação para a iniciativa privada. A atual concessionária, Via 040, quer abrir mão da administração do trecho que já registrou mais de 2,7 mil ocorrências neste ano.

Como forma de tornar a rodovia mais atrativa para o setor privado, o governo federal decidiu no ano passado dividir a BR-040 entre Rio de Janeiro e Brasília (DF), em três trechos. Um deles vai de BH ao Rio de Janeiro. Outro, entre Minas e Goiás, chamado de “Rota dos Cristais”. O terceiro, a “Rota do Pequi”, estenderia-se entre Cristalina (GO) e DF.

Com Rádio Itatiaia

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3