quarta-feira, 24 de abril de 2024

Conheça mais sobre Jequitibá

Foto: Reprodução/Facebook

Jequitibá é um município do estado de Minas Gerais, com área territorial de 445 030 km². Sua população estimada em 2022 pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) é de 5.883 habitantes. As pessoas que nascem em Jequitibá são chamados de jequitibaense.

O município de Jequitibá surgiu na rota dos bandeirantes por volta de 1670, sendo este um dos 10 primeiros municípios mineiros fundados nesta época por Borba Gato. Jequitibá pertencia ao município de Sabará, mas foi incorporada ao município de Sete Lagoas em 1869. Em 1948 teve sua emancipação e a instalação aconteceu no dia 1º de janeiro de 1949.

É composta de 21 povoados e um distrito chamado Dr. Campolina (ex- Lagoa Trindade), uma comunidade negra que se destaca por ter sido um quilombo. A capital de Minas quase foi transferida de Ouro Preto para Jequitibá, em 1867. O deputado Agostinho Francisco de Souza Paraíso conseguiu aprovar na Assembléia
Legislativa da província uma lei transferindo a capital de Ouro Preto para Jequitibá. O presidente da província na época, José da Costa Machado de Souza, vetou a lei alegando precariedade do Tesouro Estadual e dificuldades que a mudança acarretaria. Voltando a apreciação do Legislativo o veto foi recusado por 17 votos contra 16. Em uma terceira reunião o veto é mantido e Jequitibá perde um dos maiores sonhos que uma cidade mineira poderia ter.

Jequitibá é reconhecida como a Capital Mineira do Folclore, com forte potencial turístico, cultural, religioso, rural e ecoturístico. Nas comunidades rurais e na sede do município encontram-se trabalhos artesanais, em barro, bambu, madeira, bucha vegetal, bordados, pinturas em tecido e quadros, entre outros. Quanto à gastronomia, já foram alvo da reportagem da TV Globo, programa Terra de Minas, com o prato cansanção com frango caipira. Doces, licores, queijos e seus derivados são outros produtos artesanais, assim como, a aguardente (cachaça), sendo a mais famosa da região a Cachaça Isaura, a primeira a receber o certificado para exportação.

Prefeito Luiz da Ambulância

Quadro político
Prefeito Luiz da Ambulância
Vice-prefeito Carlinhos Cabaré
O atual prefeito é Luiz Carlos Pinheiro (PSDB) e o vice Carlos Alberto Saturnino de Almeida (PSD). Os vereadores eleitos no último processo eleitoral (2020) foram: João Moreno (PSL), Roberto do Táxi (PSDB), Reis (PSD), Edson Silva (PSD), Dilson Resende (PROS), Tiãozinho (PROS), Dedé do Táxi (PP), João Vitor do Baú (PP) e Cloves Saturnino (PMN).

Trabalho e média salarial
Em 2021, o salário médio mensal era de 1.6 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 17.6%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 524 de 853 e 252 de 853, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 4529 de 5570 e 1744 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 36.1% da população nessas condições, o que o colocava na posição 472 de 853 dentre as cidades do estado e na posição 3333 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

Meio-ambiente
Apresenta 24.7% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 75.1% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 2.2% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 751 de 853, 278 de 853 e 723 de 853, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 3372 de 5570, 2762 de 5570 e 4039 de 5570, respectivamente.

Alguns atrativos
Ruínas do Cemitério Velho
Ainda nos tempos do Brasil Colônia, foi construído o Cemitério. Hoje é conhecido como as Ruínas do Cemitério Velho. Foi construído no ano de 1798. Seria ali um cemitério, a princípio, para enterrar escravizados. Os ricos eram enterrados na Igreja.

Foto: Luis Gustavo/Prefeitura de Jequitibá

Matriz do Santíssimo Sacramento
A Matriz do Santíssimo Sacramento de Jequitibá, foi construída em 1788. De acordo com o secretário de Cultura e Turismo de Jequitibá, à frente da Matriz havia, originalmente, um cruzeiro em detalhes da crucificação de Cristo como padroeiro de Jequitibá. A Matriz é um bem tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha).

Foto: Luis Gustavo/Prefeitura de Jequitibá

Lagoa Pedro Saturnino
Lagoa que é ponto turístico da cidade de Jequitibá, localizada próxima a Matriz do Santíssimo Sacramento, bem no centro tendo uma ilha denominada “Ilha do Castelinho”

Foto: Turismo em Minas Gerais

Ilha do Castelinho
A Ilha do Castelinho, construída em 1978 na Lagoa Pedro Saturnino, foi o primeiro ponto turístico de Jequitibá.

Foto: Caio Pacheco/Ascom Prefeitura de Jequitibá

Fontes: https://www.jequitiba.mg.gov.br/site/historia/, https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/01/01/prefeito-e-vereadores-de-jequitiba-tomam-posse-veja-lista-de-eleitos.ghtml, https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/jequitiba/panorama, https://www.jequitiba.mg.gov.br/site/os-atrativos-historicos-e-turisticos-de-jequitiba/ e https://www.minasgerais.com.br/pt/atracoes/jequitiba/lagoa-pedro-saturnino

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3