segunda-feira, 15 de julho de 2024

O que realmente é astrologia e como surgiu….

por Marcinha Rubi

Olá, sou a Marcinha Rubi, terapeuta holística e idealizadora do Namastê, que é um espaço terapêutico referência em Sete Lagoas. Já fiz parte da equipe do Jornal sete dias, sou administradora de empresas e há 10 anos fiz minha transição de carreira para atuar com as terapias holísticas/ integrativas como:  aromaterapia, astrologia, tarot, constelação familiar , reiki e radiestesia. Nesse universo terapêutico realizo atendimentos, imersões e cursos de formação nessas áreas. 

A partir de agora teremos um encontro marcado aqui no “Papo Astral”, vamos falar dos signos, trânsitos importantes e dicas astrológicas, toda semana teremos novidade!

O que realmente é astrologia e como surgiu….

astrologia (do grego astron, “astros”, “estrelas”, “corpos celestes”, e logos, “palavra”, “estudo”) é uma pseudociência segundo a qual as posições relativas dos corpos celestes poderiam prover informação sobre a personalidade, as relações humanas, e outros assuntos relacionados à vida do ser humano.

Os registros mais antigos sugerem que a astrologia surgiu no terceiro milênio a.C. Ela teve um importante papel na formação das culturas, e sua influência é encontrada na astronomia antiga, nos Vedas, e em várias disciplinas através da história. De fato, até a Idade Moderna, astrologia e astronomia eram indistinguíveis. A astronomia começou a divergir gradualmente da astrologia desde o tempo de Cláudio Ptolomeu, e essa separação culminou no século XVIII com a remoção oficial da astrologia do meio universitário.

Os astrólogos afirmam que o movimento e as posições dos corpos celestes podem influenciar diretamente ou representar eventos na Terra e em escala humana. Alguns astrólogos definem a Astrologia como uma linguagem simbólica, uma forma de arte, ou uma forma de vidência, enquanto outros definem como ciência social e humana.

Como já astrologia no âmbito pessoal, vai além do nosso signo solar, afinal temos que conhecer nosso signo lunar, que fala muito da forma como administramos nossas emoções, nosso ascendente, que mostra como somos vistos pelas pessoas, e todos os demais , já que todos nós temos 12 signos nos governado, cada qual em uma casa ou seja em um setor da nossa vida…

Além disso sofremos influências diretas através dos trânsitos astrológicos que estão sempre ditando as regras do jogo no movimento coletivo planetário. 

E é sobre isso e muito mais que vamos falar aqui, através do canal astrologia do portal ….

Essa semana tem signo novo na área, vamos acompanhar….

 O Sol ingressará dia 22 as 11:02 em Sagitário, o que este mês, simbolizado pelo arqueiro, nos conecta?

 Independentemente de qual seja o seu signo solar, você provavelmente irá sentir a mudança da temporada sagitariana

 Sagitário representa a aventura, liberdade, otimismo, estudos aprofundados, viagens longas, quebra de fronteiras, filosofia, entre tantos outros atributos. Podemos ir um pouco além neste simbolismo?

O símbolo sagitariano tem sua flecha apontada para o alto, onde temos o céu. 

Qual o mais longe você consegue enxergar? É para lá que o céu está apontando!

Porém, além da sete, temos na representação desse signo  um Ser, que tem seu corpo metade homem, metade animal, que simboliza a alma peregrina na Terra ,  “representa a superação do homem ao seu instinto animalesco, o desenvolvimento da capacidade mental, bem como a possibilidade de adquirir e transmitir novos conhecimentos”. 

Este é um signo que carrega a energia do fogo, elemento que literalmente acende a chama de novos sonhos, metas e objetivos. E indica, ainda, que é chegado o momento de viver novas experiências.

Qual o mais longe você consegue enxergar? É para lá que o céu está apontando!

O que fazer agora que o Sol chega em Sagitário?

A temporada sagitariana nos convida a renovar a fé na vida e concentrar energia nos projetos, sonhos, relações e situações que nos levem mais longe. Seja física, intelectual ou espiritualmente.

O que esperar desse período?

Se na temporada escorpiana o céu nos pediu para mergulhar em bloqueios e curar feridas internas, ele tinha um propósito em mente. Antes de seguir em frente, precisávamos nos libertar do que nos prendia.

E se você fez o “dever de casa” direitinho, agora pode sentir que o peso dos erros e vivências do passado ficaram mais leves. É como se você tivesse liberado espaço na mala da vida, sabe?

O que passou, passou, e a única coisa que deveria nos importar é o que temos pela frente. Tudo o que foi vivido pode ser ressignificado e transformado em aprendizado, e esta é uma das principais lições de Sagitário. 

Resumidamente, é um bom período para darmos um novo rumo  a nossa vida, nos libertarmos das amarras do passado e projetar com sabedoria nosso futuro, faça um bom uso do seu livre arbítrio e escolha o caminha que quer seguir, mas lembre-se que repetir o passado será uma grande prisão para esse período!

Artigos relacionados:

Papo Astral com Marcinha Rubi – 7DiasNews