terça-feira, 18 de junho de 2024

Iveco entrega 7.100 ônibus para o programa Caminho da Escola, do governo federal

Marca do Iveco Group é o principal fornecedor de ônibus escolares na atual edição de concorrências do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE), promovendo transporte de qualidade

A IVECO BUS foi habilitada a fornecer 7.100 novas unidades, incluindo, pela primeira vez, veículos na categoria Ônibus Rural Escolar 3 (ORE3), com capacidade para 59 estudantes

Desde que os primeiros CityClass foram às ruas, em 2009, a IVECO BUS, se tornou sinônimo de transporte escolar eficiente, confiável e com melhor TCO no Brasil. Ao longo desta trajetória, a marca do Iveco Group já entregou mais de 8.000 ônibus, de diferentes configurações, para o Caminho da Escola, programa do Governo Federal que visa o acesso diário e a permanência de estudantes nas escolas públicas de educação básica no país. Agora, a IVECO BUS sai na frente mais uma vez como principal fornecedor da atual edição de concorrências do Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE).

A IVECO BUS foi habilitada a fornecer 7.100 novas unidades, incluindo, pela primeira vez, veículos na categoria Ônibus Rural Escolar 3 (ORE3), com capacidade para 59 estudantes, em um lote de 3.500 unidades. A IVECO BUS também é responsável por 3.600 unidades na categoria Ônibus Rural Escolar 2 (ORE2), com veículos para 44 estudantes, reafirmando o histórico de parceria com o Caminho da Escola.

“O marco reforça a importância do Caminho da Escola para a IVECO BUS, presente no programa há mais de uma década, auxiliando estados e municípios a reduzirem a evasão escolar com veículos preparados, especialmente desenvolvidos para esta missão”, destaca Danilo Fetzner, diretor da IVECO BUS para a América Latina.

Como marca que entende as necessidades do programa e sempre evolui os produtos, a IVECO BUS oferece modelos ainda mais robustos e potentes para o Caminho da Escola. Os ônibus da categoria ORE são escolares projetados com maior altura em relação ao solo, suspensão reforçada e balanço traseiro elevado, para trafegar em zonas rurais, estradas não pavimentadas e de acesso restrito, renovando a frota dos municípios brasileiros e padronizando as especificações para veículos de transporte escolar.

O chassi 10-190, que se aplica à categoria ORE-2, é seguro, confortável e ágil, preparado para diferentes operações e terrenos. Equipado com motor FPT N45, de quatro cilindros, tem a maior potência do segmento: 190 cavalos. O PBT de 10,5 toneladas permite configurar o micro-ônibus conforme a necessidade do cliente.

Para o ORE-3 do Caminho da Escola a marca conta com o chassi 15-210, referência em robustez e alta capacidade operacional. O modelo de 15 toneladas é tracionado pelo motor FPT N45 com potência de 210 cavalos, também a maior da categoria.

Além da suspensão elevada (maior altura do solo) e reforçada, os chassis IVECO BUS para o Caminho da Escola contam com bloqueio de diferencial (para facilitar a transposição de atoleiros), pneus de uso misto e redução de balanço dianteiro e traseiro, para facilitar o acesso a lugares acidentados.

“O bloqueio do diferencial é fundamental para vencer atoleiros e a suspensão reforçada e elevada é própria para resistir a torções”, explica Fetzner.

Lotes disponíveis para prefeituras de todo o país

O resultado anunciado pelo FNDE já foi homologado formalmente e agora irá para a fase final de prototipagem e assinatura de contrato. Mas a IVECO BUS já garantiu os seus lotes para oferecer às prefeituras de todo país.

“O Caminho da Escola é fundamental para promover a educação e oportunidades de vida em todo o Brasil. Nos orgulhamos em fazer parte desta iniciativa vital para o desenvolvimento do Brasil e trabalhamos juntos, com nossos clientes e concessionários, para assegurar que os estudantes sejam transportados com segurança, conforto e qualidade”, afirma Marcio Querichelli, presidente da IVECO para a América Latina.