domingo, 23 de junho de 2024

Conheça mais sobre Baldim

Foto: Reprodução/Facebook

Baldim é um município do estado de Minas Gerais com área territorial de 556,266 km². Sua população estimada em 2022 pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) é de 7.492 habitantes. As pessoas que nascem em Baldim são chamadas de baldinense. Historicamente conhecido pela larga produção de hortifrutigranjeiros tem se destacado no econômico como grande produtor de doces, contando com várias indústrias que têm seus produtos distribuídos para o mercado regional, nacional e internacional.

A primeira notícia do povoamento primitivo do território, remonta à época em que os terrenos foram divididos em três grandes sesmarias, pertencentes à Zebelê de Tal, que denominou-se “Terras do Zebelê”. Com a morte de Zebelê de Tal, as terras foram doadas ao Convento de Macaúbas (município de Santa Luzia), que, vendidas, deram origem a inúmeras fazendas, centenas de sítios e às sedes distritais de Amanda e São Vicente. Outra parte, pertencia à viúva, D. Quitéria de Tal, que se casou aos 80 anos de idade. Pouco depois faleceu, quando seu esposo, o Capitão Bernardino Martins de Almeida, recebeu as terras por herança.

A terceira sesmaria pertenceu a um sitiante de nacionalidade portuguesa. Segundo alguns, era conhecido como “Preto”. Segundo outros, era Ubaldino ou Balduíno de Tal. A sesmaria de Ubaldino ou Balduíno, após sua morte se subdividiu, também, em inúmeras fazendas, sítios e povoações. Com a morte de D. Quitéria, seu esposo, também lusitano, Bernardino Martins de Almeida herdou as terras, e em cumprimento de um voto religioso, sonho de sua esposa, edificou a igreja que hoje é a Matriz da Cidade. A construção da igreja iniciou-se em 1853. Com isto começaram a surgir ao redor as primeiras habitações e algumas tavernas em pequenas terras doadas pela Igreja às pessoas vindas de diferentes regiões e que, pela facilidade de se instalarem, passaram a residir ali. O nome Baldim surgiu em 1917, sendo a deturpação pelo povo do nome de Ubaldino ou Balduino, nome de um dos primeiros moradores do Município, que segundo consta, era um português que morou no extremo do município durante muito tempo.

Prefeito Dr. Fabrício

Quadro político
Prefeito Dr. Fabrício
Vice-Prefeito Emerson Melo
O atual prefeito é Fabrício Andrade Magalhães (PSD) e o vice Emerson Soares Estanislau (DEM). Os vereadores eleitos no último processo eleitoral (2020) foram: Pedro do Carretel (Solidariedade), Marconi Ferreira (Solidariedade), Matheus Salvador (Republicanos), Moacir Serralheiro (PSD), Marcinho Soldado (PP), Remi Rodrigues (PMN), Lico Preto (Cidadania) e Darci Taxista (Cidadania).

Trabalho e média salarial
Em 2021, o salário médio mensal era de 2 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 20.4%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 143 de 853 e 180 de 853, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 2168 de 5570 e 1332 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 35.9% da população nessas condições, o que o colocava na posição 481 de 853 dentre as cidades do estado e na posição 3380 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

Meio-ambiente
Apresenta 55.5% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 93.3% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 5.6% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 512 de 853, 49 de 853 e 658 de 853, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 2003 de 5570, 1147 de 5570 e 3365 de 5570, respectivamente.

Alguns atrativos
Guarda de Nossa Senhora do Rosário Estrela Guia
O título de Nossa Senhora da Guia tem sua origem na Igreja Ortodoxa, onde a Santíssima Virgem é invocada sob o nome “Odigitria”, que significa “Condutora”, “Guia” de Jesus desde a infância até o início de sua vida pública, conseqüentemente invocada como guia e protetora do povo de Deus. São diversos os locais onde Nossa Senhora da Guia passou a ser venerada, neste sentido o município celebra a Festa do Rosário com o levantamento de mastro,missa procissão, visita às casas do rei e rainha, banquete, cortejos, ritos e práticas do congado embasada pelos cânticos e resgate da imagem de Nossa Senhora do Rosário.

Igreja Matriz de São Bernardo
O início desta construção deu-se no dia 12 de junho de 1853 e foi um trabalho duro que envolveu muitos profissionais e escravizados da época. No ano de 1988, a paróquia recebeu o Reverendíssimo Padre Reinaldo Tadeu, que investiu na reconstrução da matriz. Os recursos financeiros foram conseguidos pelo trabalho do padre, através da contribuição da sua própria família, no exterior e entre os membros da comunidade que doavam o que podiam.Também foram realizados: forrós, leilões, rifas, jantares, barraquinhas, campanhas nas famílias, doações de baldinenses ausentes, ajuda do poder público e prestação de serviços voluntários. Assim, a matriz foi reconstruída tornando-se o cartão postal da cidade, tendo sua reinauguração em 11 de julho de 1992.

Foto: Diocese de Sete Lagoas

Fontes:https://pt.wikipedia.org/wiki/Baldim, https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/baldim/historico,
https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2021/01/01/prefeito-e-vereadores-de-baldim-tomam-posse-veja-lista-de-eleitos.ghtml,
https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/baldim/panorama, https://diocesedesetelagoas.com.br/conhecendo-nossa-diocese-25-anos-da-reconstrucao-da-igreja-matriz-de-sao-bernardo-em-baldimmg/ e https://www.minasgerais.com.br/pt/destinos/baldim