quarta-feira, 24 de abril de 2024

Circuito das Grutas realiza exposição que homenageia Guimarães Rosa no Palácio das Artes

Público da Ópera Matraga, que está em cartaz no Palácio das Artes neste final de semana, é recebido no
foyer com exposição de cerâmicas e bordados da região onde Rosa viveu e se inspirou

A ópera Matraga, inspirada na obra de Guimarães Rosa, estreou nesta quarta-feira (25) no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes e o público está sendo recepcionado no foyer por uma exposição realizada pelo Circuito das Grutas em homenagem ao escritor com cerâmicas e bordados da região onde Rosa viveu e se inspirou.

O espetáculo terá apresentações nos dias 27 e 28, às 20h30, e no dia 29, às 19h. A exposição pode
ser apreciada neste período. “Sorte nunca é de um só, é de dois, é de todos! Sorte nasce cada manhã…”, é com essa frase do livro “A Hora e a Vez de Augusto Matraga” de Guimarães Rosa, no qual a ópera é inspirada, que o público se depara ao entrar no foyer.

A exposição conta com apoio dos Circuitos Turísticos Guimarães Rosa e Lago Três Marias, que compõem a região na qual o escritor viveu e se inspirou para compor suas obras. O sertão mineiro de Rosa é representado na exposição pelas peças feitas a partir do barro e carregadas de histórias das Ceramistas Maria Quem Dera do distrito de Fidalgo, em Pedro Leopoldo, e pelos bordados das paisagens e trechos da Literatura Rosiana das Bordadeiras de Andrequicé.

Vale citar que todas as peças expostas estão à venda.

Kátia Carneiro, Diretora de relações institucionais e chefe de gabinete Fundação Clóvis Salgado – Sergio Reis, presidente da Fundação Clóvis Salgado – Claudia Malta, diretora geral do Projeto Matraga – Mariela França, presidente do Circuito Turístico das Grutas

Para a turismóloga e presidente do Circuito das Grutas, Mariela França, a parceria com a Fundação Clóvis
Salgado e o Projeto Matraga representa “a ampliação das fronteiras de divulgação e promoção desse
território turístico maravilhoso que é o Circuito das Grutas, onde a Rota das Grutas de Peter Lund é o seu
produto turístico principal complementado com tantos outros e que por meio da sua arte, do seu artesanato, por meio das personalidades, como a de Guimarães Rosa, oferece tantas possibilidades de experiências”.

Ela também ressalta que “devemos considerar a interlocução da Cultura com o Turismo e um território turístico recheado de cultura, como é o nosso, sendo apresentado num espaço como o Palácio das Artes, só engrandece e fortalece este potencial”.

A ópera tem libreto e música de Rufo Herrera, direção geral de Claudia Malta e reúne a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Coral Lírico de Minas Gerais e Companhia de Dança Palácio das Artes transformando a literatura do sertão mineiro num maravilhoso espetáculo que, inclusive, nos dias 21 e 22 de outubro, esteve na Gruta do Maquiné, em Cordisburgo, terra de Guimarães.

Adriana Ferreira, vice-presidente do Circuito Turísco das Grutas, e Mariela França, presidente do Circuito Turísco das Grutas

A história da peça gira em torno de um fazendeiro poderoso e violento de Minas Gerais que devido ao seu temperamento, desprezo e ganância, ele perde tudo: dinheiro, propriedades e até sua esposa, Dionóra. Em busca de redenção e de recuperar a honra, ele se vê perdido entre sua fé e a violência inerente à sua natureza.

“Matraga” é um projeto viabilizado com recursos da Lei Rouanet – Lei Federal de Incentivo à Cultura com realização do Ministério da Cultura, da Secretaria Estadual de Cultura e Turismo de Minas Gerais, da Fundação Clóvis Salgado e do Circuito Liberdade, com correalização da Appa Arte e Cultura.

“A Cultura e o Turismo se constroem de forma coletiva, quando nos unimos podemos transbordar o que há de melhor em cada parte para o sucesso coletivo e precisamos agradecer ao presidente da Fundação Clóvis Salgado, Sérgio Reis, pelo convite de realizar a exposição e à diretora do Projeto Matraga, Cláudia Malta por todo apoio e fortalecimento do nome do Circuito Turístico das Grutas nesse espaço, enquanto exposição.

Mariela França, presidente do Circuito Turístico das Grutas – Sergio Reis, presidente da Fundação Clóvis Salgado – José Antônio, presidente da Samarra, Memorial Manuelzao de Andrequice

‘Sorte nunca é de um só, é de dois, é de todos!’, já dizia nosso Rosa”, finaliza a turismóloga.

Serviço – Ópera Matraga
Apresentações: 27 e 28/10, 20h30 | 29/10, 19h
Local: Grande Teatro Cemig Palácio das Artes
Ingressos a preços populares | Acompanhamento em LIBRAS para orientação ao público

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3