quarta-feira, 24 de abril de 2024

São Paulo correu muito, deu um trabalhão danado, mas o Galo ganhou, e continua na briga

Chico Maia

twitter.com/Mineirao
twitter.com/Mineirao

Quem pensou que o São Paulo estava nem aí, errou!

O time do Dorival Junior correu muito e fez ótima partida, dando um trabalhão para o Atlético, que por sua vez, não foi nem a sombra do time que acabou com o Flamengo, três dias atrás no Mineirão. Uma boa partida, mas longe do que os atleticanos esperavam, da mesma pegada do time no jogo anterior.

Aos 30 minutos do segundo tempo, tudo indicava que seria um empate sem gols. Muita gente já deixava o Mineirão, mas dois lances puseram fogo no espetáculo e mudaram tudo, fazendo valer o ingresso de quem foi matar saudade do Gigante da Pampulha e se despedir do zagueiro Rever com a camisa do Galo: Luciano, dentro da área, cara a cara com Everson, desperdiçou a melhor oportunidade até então, chutando pra fora. No minuto seguinte o castigo, quando Hulk numa jogada pessoal, de longe, fez 1 a 0, num chutaço.

twitter.com/Mineirao

Aos 43, Mariano derruba Juan na área, o VAR chama o árbitro Savio Pereira Sampaio – DF (FIFA), e diz que foi pênalti. Luciano bateu e empatou. E aos 48, Paulinho recebe do Hulk e mata o jogo, em outro belo gol que fez o Mineirão balançar de alegria, no embalo dos 53.856 presentes, que proporcionaram renda de R$ 3.492.207,00.

twitter.com/Mineirao

Paulinho, o artilheiro do Brasileiro fez o gol da vitória:

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3