quarta-feira, 17 de abril de 2024

Retrato em Branco & Preto – O talento dos primos Coutinho e a saudade do Zander

por Chico Maia

Os primos Marina e Zander Coutinho pertencem a uma rica geração de músicos sete-lagoanos, dos anos 1990/2000. Cantaram juntos em dois momentos: quando Marina começou cantar profissionalmente, em 1993, época dessa pose para as lentes do Fred A. Antoniazzi, do SETE DIAS. Depois voltaram a ser parceiros, em 2003/2004, cantando MPB e músicas próprias. 

Além de músico autodidata (desde os sete anos), Zander era formado em Farmácia, pela Universidade Federal de Ouro Preto, e poeta. Nascido em Belo Horizonte em 14 de janeiro de 1967, infelizmente ele nos deixou no dia 29 de fevereiro de 2016, aos 49.

O 7Dias News pediu a Marina para falar da amizade e dessa parceria com o hoje saudosíssimo Zander, e ela escreveu: “Minha parceria musical com o meu querido e saudoso primo, Zander Coutinho, foi um presente para mim. Eu era uma jovem cantora, inexperiente, mas cheia de sonhos! Me aventurei pelas entradas musicais, e tive o privilégio de tê-lo como meu parceiro em alguns trabalhos. O convidei, e ele muito generoso, prontamente se colocou à disposição para ensaiarmos as canções. Fizemos música ao vivo em bares e festas. Tínhamos uma grande sintonia! Sem contar os momentos dos encontros familiares, onde sempre éramos agraciados por sua doce voz e seu violão muito bem tocado! Sua alegria era contagiante! Não me lembro dele sem que estivesse sorridente! Ele sempre foi muito especial em tudo! Sou muito grata por ter tido a oportunidade de ter vivido esses momentos tão especiais ao lado desse grande músico e primo querido!”

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3