segunda-feira, 15 de julho de 2024

Prefeitura de Sete Lagoas coloca 11 unidades de saúde com horário ampliado para casos de Dengue, Chikungunya e Zika

Veículo fumacê vai atuar em todas as regiões da cidade a partir da próxima semana

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Sete Lagoas fortalece ainda mais seu plano de medidas quanto aos casos suspeitos de Dengue, Chikungunya e Zika. A estratégia é direcionada principalmente para os bairros com maior incidência de focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor dessas doenças. Começa nesta terça-feira (23) e vai até a próxima sexta-feira, 25, a nova escala do “Plantão das Arbovirores” quando 11 unidades de saúde ficam abertas até às 20h. 

Com o aumento comum de suspeitas e casos de dengue, zika e chikungunya nesse período do ano, de muitas chuvas em todo o país, a Secretaria Municipal de Saúde criou um comitê específico para esta situação. O grupo, inclusive, se reuniu nesta segunda-feira, 22 de janeiro. 

“As diretrizes de trabalho são muito bem definidas por este comitê que reúne várias secretarias municipais, SAAE e Codesel. São várias ações como o mutirões de limpeza, atuação dos agentes com fumacê costal, ampliarão do plantão médico na UPA e a extensão dos atendimento nas unidades de saúde”, explica Alber Alípio Ribeiro, secretário adjunto de Saúde. 

De acordo com o coordenador do Centro de Controle das Arboviroses da Secretaria Municipal de Saúde, Adriano Souza, os agentes de endemias seguem diariamente combatendo os focos do mosquito nas residências, que ainda são os principais locais de reprodução do Aedes. “Dividimos a cidade em 14 regiões e possuímos 140 agentes de endemias divididos em todas elas, com atuação preferencial nos bairros com maior incidência”, afirma.


E para fortalecer ainda mais o combate ao mosquito, a Prefeitura começa, na próxima semana, o trabalho com o veículo fumacê. “Já chegamos a 300 casos suspeitos notificados por semana e, com isso, notificamos o Estado que já garantiu a chegada do fumacê para o nosso município”, explica Alber Alípio. 

BOLETIM
De acordo com informações lançadas no Sistema de Informação de Agravo de Notificação (SINAN), Sete Lagoas registrou 1.689 notificações de casos suspeitos de Dengue e Chikungunya nas duas primeiras semanas de janeiro. Na primeira semana de 2024 (31 de dezembro a 6 de janeiro) o município teve 356 notificações de suspeita de Chikungunya, 217 notificações de casos suspeitos de dengue, e duas notificações de zika. Na segunda semana (7 a 13 de janeiro) foram 746 de Chikungunya e 375 de Dengue. Até o momento são 386 casos confirmados de Chikungunya e 47 de Dengue. 

Confira as unidades de saúde que funcionarão em horário ampliado apenas para casos de dengue, zika e chikungunya, de 23 a 26 de janeiro, até às 20h:

  • ESF CDI I – 3773-4114 – Rua Expedicionário Leofredo Gaspar, 534
  • ESF Alvorada – 3772-2193 – Rua Mario Reis, 84
  • Centro de Saúde Várzea – 3774-6464 – Rua Manoel Corrêa da Cunha, 267
  • ESF São Geraldo – 3776-7881 – Rua Joaquim Murtinho, 109
  • UBS Luxemburgo – 3776-8394 – Rua Itambacuri, 182
  • UBS Belo Vale – 3771-9831 – Rua Oscar Padilha, 625
  • UBS Orozimbo Macedo – 3772-3265 – Rua Cuba, 524
  • UBS Nossa Senhora das Graças – 3775-2925/3776-7828 – Rua Felipe Dos Santos, 1331
  • UBS Cidade de Deus – 3773-5132 – Rua Prefeito Euro Andrade, 41
  • ESF Santa Rosa – 3776-5226 – Rua Pedra Grande, 1837

Cuidados 

Confira os cuidados básicos podem ajudar no combate à dengue e de outras doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti (vetor responsável pela transmissão da dengue, Zika vírus e febre chikungunya):

  • verificar se a caixa d’água está bem tampada, 
  • deixar as lixeiras bem tampadas, 
  • colocar areia nos pratos de plantas, 
  • recolher e acondicionar o lixo do quintal, 
  • limpar as calhas, 
  • cobrir piscinas, 
  • tapar os ralos e baixar as tampas dos vasos sanitários, 
  • limpar a bandeja externa da geladeira.

Vamos juntos combater o mosquito transmissor. Quando a população participa, o resultado aparece! Faça sua parte!

Fonte: PMSL