quinta-feira, 18 de abril de 2024

Novos secretários tomam posse após reforma administrativa em Sete Lagoas

Mudanças tornam gestão mais representativa em 2024; Secretaria da Mulher foi criada

Foto: PMSL/Divulgação

Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (9) a Prefeitura de Sete Lagoas deu posse aos novos secretários nomeados após a reforma administrativa ocorrida no final do ano passado. O evento contou com as presenças de secretários, vereadores e de representantes do Conselho Municipal da Mulher.

“Era muito necessário que fizéssemos um novo organograma na Prefeitura para modernizar a máquina. Contratamos a UFMG, que tem um conhecimento muito grande nessa área, para deixarmos a gestão mais eficiente. A reforma, que foi aprovada no final do ano passado pelo Legislativo, vai nos permitir ter maior celeridade e mais eficiência”, justificou o prefeito Duílio de Castro.

A reforma administrativa alterou algumas pastas, criando a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo. “Com o status de Secretaria, teremos mais liberdade, autonomia e força para a melhoria do nosso trânsito”, comentou Wagner Oliveira, que antes ocupava o cargo de secretário adjunto na Seltrans.

Acumulando a partir de agora também a Cultura e o Turismo, além do Esporte, Marcelo Cooperseltta acredita em uma maior sinergia na realização de eventos que possam envolver as três áreas. Com a reforma, a Cultura foi reforçada com alguns dos mais importantes artistas e produtores culturais da cidade, como George Machado, Geraldo Magela, Ailton de Castro, Vanessa Coutinho, Claudia Micheline, Alan Keller e Nana Andrade. “Agora temos uma equipe bem representativa na cultura e também no turismo. tenho certeza que isso fará toda a diferença”, acredita o secretário.

Na ocasião, também assumiu o cargo a nova ouvidora geral do Município, Denise Hebach de Souza: “Quando as pessoas fazem alguma reclamação no site ou presencialmente na Ouvidoria, nós analisamos, encaminhamos ao órgão competente e damos a melhor providência necessária. A expectativa é atender a população, ouvindo suas queixas e buscando soluções da melhor forma para atender suas necessidades”, explicou.

Secretaria Municipal da Mulher

Muito além de desmembrar secretarias e reorganizar departamentos, a reforma se tornou exemplo ao criar a Secretaria Municipal da Mulher: “É uma Secretaria importante para cuidar da vida da mulher, em um trabalho para reduzir a violência doméstica para que a mulher possa ter um amparo, um apoio. Já havíamos criado o Conselho Municipal da Mulher no ano passado, que dialoga e discute as diretrizes, para que a nova Secretaria possa atuar em favor da vida da mulher”, completou o prefeito.

Para a nova secretária da pasta, Karine Araújo, trata-se de um grande desafio, tendo em vista que a cada seis horas no Brasil uma mulher é morta por feminicídio. “Essa Secretaria vem para promover políticas públicas pró-mulheres, lutando pela maior inserção delas no mercado de trabalho, ocupando lugares de decisão. Nosso prefeito prometeu isso em seu plano de governo e agora cumpre essa promessa. Estamos desde o início na luta pela criação dessa Secretaria e, por isso, nós, de grupos e coletivos que militam pelos direitos das mulheres, estamos eternamente gratas por essa importante realização”, disse. Como secretária adjunta, foi nomeada a ex-diretora da Escola Técnica, Elis Cristina de Souza e, na coordenação de Assuntos Institucionais, Vanessa Lopes Alves Ferreira (ex-Ouvidoria).

Fonte: PMSL

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3