quarta-feira, 24 de abril de 2024

Mineiro leva Chevette de Belo Horizonte para Paris e intriga internautas

Transporte custou cerca de R$25mil e levou mais de um mês para a chegada do carro em Paris

Reprodução/@chevette_france/Instagram

A imagem de um carro Chevette, com placa de Belo Horizonte, dando rolê em Paris intrigou internautas após ser publicada na última semana. A explicação é que o mineiro Aiglon Declie Junior, dono do veículo, está morando na capital francesa e fez questão de buscar a relíquia: “Eu tenho lá no Brasil um Chevettinho velho, guardado há uns 16/18 anos, comprei ele em 2006, e tá aí. Tô procurando para comprar aqui e não acho… Olha aí, direto de Belo Horizonte, Minas Gerais, bairro Coqueiros. Atravessou o oceano e veio para ficar comigo, continuar a história dele aqui”, diz Declie, que nasceu em BH, tem cidadania francesa e mora em Paris com a família desde 2015. O Chevette entrou na vida dele há quase 20 anos, entre idas e vindas. “Já vendi e comprei ele quatro vezes”, conta.

“Tinha muitos anos que pretendia (levar o carro para Paris). Quando estava quase lá, veio a pandemia e dificultou muito. O valor, que era uns € 800, foi para € 12 mil. O que era 1 mês (tempo de transporte) foi para 3 meses, e já não tinha contêiner. Até que, enfim, consegui a partir de março e (o carro) chegou em novembro”, conta. O “reencontro” aconteceu, mais precisamente, no dia 5 de novembro deste ano.

Um mês de espera

Para fazer o transporte, Declie contratou uma empresa que levou o carro até o porto de Santos. De lá, o Chevette seguiu de navio até Le Havre, a 200 km de Paris. A viagem durou um mês. Somados o transporte e as taxas aduaneiras, o custo total do deslocamento foi de € 4.700 – aproximadamente R$25 mil, na cotação de hoje. 

Instagram

Por meio do perfil “Chevette en France”, Aiglon está registrando todos os momentos com o carro em Paris. Aiglon deu o primeiro passeio com o veículo pelas ruas de Paris, abasteceu e o levou para o lava-jato. “Tem muita coisa para arrumar nele, principalmente, tratar de freio, pneu e suspensão. Aqui agora ‘nós dá’ um jeito”, disse o dono do Chevette. Além disso, Aiglon teve que trocar os faróis do carro para padronizar conforme as leis de Paris. 

A cena inusitada tem chamado a atenção de internautas. Um perfil dedicado a carros compartilhou fotos do Chevette em Paris, dizendo que “não é todo dia que vemos uma situação dessas!”. Uma outra página de carros e memes postou imagens do veículo, chegando a mais de 18 mil curtidas. “O cara é foda, cruzou o oceano dirigindo”, brincou um internauta. “Favela venceu”, disse uma segunda pessoa. “Esse é o melhor carro de todos os tempos!”, afirmou uma terceira.

Da Redação com bhaz.com.br e O Tempo

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3