quarta-feira, 24 de abril de 2024

Exposição de looks no Palácio das Artes revela tendências para 2024

O desfile “Moda e Arte no Palácio” destaca a moda enquanto cultura transitória em todas as artes e reforça o lugar que Minas Gerais ocupa no setor

Foto: Leo Bicalho

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e com apoio da Fundação Clóvis Salgado, e a Associação dos Criadores e Estilistas de Minas Gerais (A.Criem) promoveram o desfile “Moda e Arte no Palácio”, no domingo, 22 de outubro, no foyer do Palácio das Artes. O evento abriu a Semana de Moda de Belo Horizonte.

A iniciativa também integra o Plano Executivo da Moda Mineira, o Passarela Liberdade, lançado pelo Governo do Estado, em abril deste ano, com o objetivo de fortalecer a moda mineira. “O Plano Executivo da Moda Mineira contempla conjunto de ações que vão desde desfiles à estruturação, em várias regiões do estado, da moda enquanto potência, e, sobretudo, geradora de emprego e renda”, frisou o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, durante a abertura.

O presidente da A.Criem, Antônio Diniz, celebrou a realização da segunda edição do desfile no Palácio da Liberdade. Ele também reforçou como o desfile valoriza o setor, um dos que mais movimenta a cadeia produtiva do estado. “A moda está presente na história, nos saberes e fazeres que expressam nossa cultura e mineiridade. A moda agrega diferentes setores criativos, sendo também um importante meio de inclusão e transformação”, completou Diniz.

O desfile teve patrocínio da Cemig e apoio institucional da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e Câmara de Diretores Lojistas de Belo Horizonte (CDL- BH). Os estilistas Antônio Diniz, Victor Dzenk e Renato Loureiro assinaram a curadoria.

Temática
Com o tema Moda e Arte no Palácio, o desfile buscou destacar a cadeia produtiva da moda como elemento da cultura que transita e dialoga com todas as artes, sendo capaz de transmitir e amplificar expressões artísticas e mensagens contemporâneas. Por esse motivo, a apresentação foi realizada no Palácio das Artes, casa que abriga todas as manifestações culturais.

Na passarela, looks autorais de 50 designers mineiros que participam da A.Criem, incluindo dez novos talentos previamente selecionados por meio de avaliação de seus portfólios. Bela Ferreira, Adriana Gonçalves, Lívia Castro, Diego Alvarenga, Marina Rosa, Thiago Mirandes, Lívia Lopes, Aislan Batista, Rodolfo Oliveira e Túlio Assunção estrearam na passarela. “É uma ótima oportunidade de eles ganharem visibilidade e de mostrarem suas criações junto a profissionais já tarimbados”, observou Renato Loureiro, responsável pela curadoria dos candidatos.

A renovação e oxigenação do mercado por meio da criatividade e manifestação dos jovens estilistas é um dos objetivos da A.Criem. O styling do desfile foi assinado por Paulo Martinez e Roberta Mazzola assumiu a direção geral.

Os looks são inspirados no streetwear e a cartela de cores deu unidade à apresentação, costurando o trabalho de Martinez, que elegeu tons e texturas do preto em contraponto com metalizados de todos os matizes.

Os looks apresentados no desfile poderão ser vistos até 26 de novembro, no Palácio da Liberdade.

Fonte: Agência Minas

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3