terça-feira, 25 de junho de 2024

Ex-policial suspeito de matar delegado aposentado em Sete Lagoas se entrega

O ex-policial suspeito de assassinar o delegado aposentado Hudson Maldonado Gama, de 86 anos, que foi queimado vivo em Sete Lagoas, se entregou às autoridades na manhã desta sexta-feira (24). Expulso da corporação há 18 anos, Rodrigo César Costa é considerado o principal suspeito pelo crime.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que “o Poder Judiciário decretou sigilo do inquérito policial, que segue em tramitação visando apurar a morte”. Na quinta-feira (23), a corporação já havia confirmado que o criminoso foi identificado e estava sendo procurado. “A suposta motivação do crime seria sua exclusão do quadro da instituição por meio de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) devido à prática de transgressão disciplinar de natureza grave, tendo em vista que a vítima participou do procedimento à época”, explicou a Polícia Civil.

Hudson Maldonado Gama Filho, que também é delegado, desabafou nas redes sociais sobre a morte cruel de seu pai. Em um vídeo, ele detalhou o crime, revelando que seu pai foi esfaqueado antes de a casa ser incendiada. “Ele aguardou 18 anos e foi então à procura do meu pai, um homem idoso de 86 anos, já vítima de dois AVCs, inválido e que ficava sobre uma cama imóvel. Ele matou meu pai a golpes de faca, o enrolou no colchão e ateou fogo”, relatou Hudson Filho.

O delegado também explicou a denúncia que seu pai fez contra o suspeito. “Na verdade, ele é um ex-policial civil que, em 2006, foi expulso da gloriosa Polícia Civil de Minas Gerais por corrupção. Essa expulsão ocorreu após uma senhora procurar meu pai para atuar em sua defesa, pois estava sendo extorquida por esse então policial civil. Meu pai, já como advogado, produziu as provas, apresentou à corregedoria, o que resultou na demissão e expulsão deste criminoso”, afirmou.

Na postagem, ele prometeu que o autor do crime será capturado. “Obrigou a família a fazer um enterro com caixão lacrado”, disse. “Acredito na justiça dos homens e divina, esse crápula será preso e responderá diante do Altíssimo”, acrescentou.

Uma Coletiva de Imprensa foi marcada para a tarde desta sexta-feira (24). Matéria em atualização.