segunda-feira, 22 de julho de 2024

Cultura de Sete Lagoas se despede de Gicelma Moreira de Paula

Matriarca da nova geração do samba da cidade faleceu neste sábado e sepultamento ocorreu na manhã deste domingo

Foto: Reprodução Instagram Quarteirão Preto

A Cultura de Sete Lagoas se entristeceu nesse fim de semana com o falecimento da senhora Gicelma Moreira de Paula. A matriarca da nova geração do samba da cidade faleceu neste sábado (2) por complicações decorrentes da Chikungunya. O velório ocorreu na noite deste sábado no Memorial Pax de Minas e o sepultamento ocorreu na manhã deste domingo (3) no Cemitério Parque Boa Vista.

Nas redes sociais vários grupos culturais e pessoas ligadas à cultura popular de Sete Lagoas prestaram homenagens e lamentaram seu falecimento. O Estância Terreiro Cultural Urbano publicou no story: “Perdemos a pessoa mais importante do nosso movimento. Sem ela não existiria nada disso! Obrigado Tia Gicelma por tanto. Seguiremos daqui e a senhora continua nos olhando daí. Nós te amamos”.

O Quarteirão Preto, evento de cultura preta da cidade, publicou: “Nossos sinceros sentimentos. Lembraremos da beleza, alegria e força dessa Matriarca. Que a sua história nos fortaleça e ilumine”. Mestre Saúva, um dos maiores sambistas da cidade, saudou a memória de Gicelma nas rodas de samba: “A Maior Portelense dessas bandas de cá!!! “Salve o samba salve a santa salve “Ela”… Vai Dona Gicelma!”

A diretora de Cultura e responsável pelo Centro Cultural Nhô Quim Drummond – Casarão, Nana Andrade, reverencia D.Gicelma: “Sua partida nos deixa sem palavras… Mas seu exemplo de força, sabedoria e doçura levaremos pra vida! Que possamos com seu exemplo sermos um pouquinho melhores pra esse mundo. Descanse em paz, D. Gicelma! Gratidão por tudo e por tanto!”.

Por Ana Amélia Maciel