quarta-feira, 24 de abril de 2024

Congadar, de Sete Lagoas, participa das festividades dos 319 anos de Santa Bárbara

Banda Congadar faz parte da programação que vai oferecer oito dias atrações gratuitas para todas as idades

Grupo Congadar. Foto: Davi Mello
Grupo Congadar. Foto: Davi Mello

De 9 a 23 de dezembro a cidade de Santa Bárbara/MG, vai respirar cultura por todos os cantos: é o Festival FelizCidade que, comemorando os 319 anos da cidade histórica, vai oferecer atrações para toda a família com apresentações musicais, teatrais, espetáculos circenses, danças, oficinas criativas e exposições de artesanato – tudo isso de forma gratuita.

Em sua 2ª edição, o Festival – realizada pela Adesb (Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Santa Bárbara), com o patrocínio do Instituto Cultural Vale e o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Bárbara -, busca resgatar a essência da identidade, os valores arraigados e a riqueza cultural que caracterizam a cidade.

Durante oito dias de programação, a expectativa é de que a cidade receba um público de 8 a 12 mil pessoas, contando com moradores e visitantes. As atividades incluirão a realização de 20 apresentações artísticas, entre intervenções de rua, teatro, artes plásticas, dança, oficinas, música, exposição, feiras de comidas típicas e artesanato. As atrações vêm de cidades como Belo Horizonte, Sete Lagoas, Ouro Preto, Catas Altas, Ipatinga, Betim, Mariana, além, é claro, da própria Santa Bárbara.

De Sete Lagoas, a representante é a banda Congadar: de um lado, o toque cruzado das caixas, os lamentos e marchas do congado entoados em três vozes. Do outro, a força da guitarra, baixo e bateria. A banda nasceu da soma de dois grupos, o Ganga Bruta + o Congadar. Com o tempo, a busca por uma identidade única reuniu as forças das culturas em torno de apenas um nome, o Congadar. Do Congado vieram as vozes principais, com Carlos Saúva, Filipe Eltão e Wesley Pelé. 

O trio traz a sonoridade de raiz africana com as tradicionais caixas de congo. Por outro lado, vieram do rock e do blues os guitarristas Igor Félix e Giuliano Fernandes, o baixista Marcão Avellar e o baterista Sérgio DT. Criada em 2013, a banda lançou em 2015 o primeiro EP. Desde então, passou por diversos festivais. Congadar é formada por Filipe Eltão, voz e caixa de congado; Wesley Pelé, voz e caixa de congado; Giuliano Fernandes, guitarra; Marcão Avellar, baixo e Sérgio DT, bateria.

“A ideia é proporcionar momentos de lazer e interação que atendam tanto aos moradores quanto aos visitantes de outras cidades e da região. A programação – abrangente e diversificada – foi escolhida justamente para atrair esse público e oferecer a eles um entretenimento de qualidade”, explica a gestora da Adesb, Neide Silva.

As intervenções acontecem em ambientes variados, tanto ao ar livre quanto em locais fechados, proporcionando uma experiência enriquecedora já que enaltece a história e a cultura da cidade, além de fomentar a economia criativa local, promovendo a valorização dos talentos artísticos presentes na comunidade. “Queremos resgatar a identidade, valores e cultura locais. Nossa cidade sempre foi muito rica culturalmente e é preciso que continue sendo assim. Nossa Mostra vem para solidificar essa característica, mostrar a riqueza cultural e a diversidade que Santa Bárbara sempre teve e continua fomentando”, comenta.

Por meio de nossa programação, temos o intuito de destacar um amplo leque de expressões artísticas, buscando incentivar o crescimento contínuo dessa produção e, ao mesmo tempo, criar oportunidades de intercâmbio com artistas da região”, conta Neide, que completa: “Também queremos impulsionar a produção cultural e artística, promovendo o acesso gratuito e público a espetáculos culturais e artísticos. proporcionando à população a oportunidade de se conectar com uma diversidade de conteúdos culturais, enriquecedores, aumentando, assim as experiências individuais e coletivas de nossa comunidade”.

As crianças, por exemplo, vão poder se divertir com a Intervenção Piratas a bordo com Coletivo Arte Movi, de Catas Altas; o Espetáculo Teatral “O Pequeno Príncipe de Papel” com o Grupo Girino de Belo Horizonte; ou com a Bonecoteca Nana de Betim. Para a família, o Festival apresenta Show Musical “Resistir para lutar resistindo” com a banda Gongadar de Sete Lagoas; a Intervenção de Cultura Popular com o Grupo de Congo de Santa Bárbara; ou Espetáculo de Dança Urbana “Equilíbrio e Histórias” com o Grupo Soul Guetto de Belo Horizonte. A programação completa pode ser conferida no Instagram do Festival FelizCidade.

No ano passado, em sua 1ª edição, a Mostra Feliz Cidade ofereceu 28 atrações de cidades como Belo Horizonte, Mariana, Ouro Preto, Barão de Cocais, Catas Altas, Itabirito e Santa Bárbara, além de uma vinda especialmente de Curitiba/PR e uma atração internacional da Argentina.

“Ao comemorar a história e a cultura de Santa Bárbara, a Mostra Feliz Cidade se torna um veículo vital para o fortalecimento de laços e para o crescimento do apreço pela arte e patrimônio local”, finaliza Neide Silva.

Mostra Cultural Feliz Cidade
Data:
 9 a 23 de dezembro de 2023
Locais: Santa Bárbara/MG
Praça da Estação: Rua Padre Lucindo, 170
Praça Central: Praça Pio XII, Centro
Casa da Cultura: Praça Joaquim Aleixo, nº 75
Hotel Florenza: Rua Antônio Pereira Rocha, 256 Centro
Lotérica: Rua Antônio Pereira Rocha, 125, Centro
Cine Vitória: Rua João Mota, 89, Centro
Itaú: Praça Dr. Marcio Pessoa Faria, 107, Centro
Igreja do Rosário/Praça do Rosário: Av. Petrina de Castro Chaves, 44, Centro
Realização: Adesb (Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Santa Bárbara)
Patrocínio: Instituto Cultural Vale
Apoio: Prefeitura Municipal de Santa Bárbara
Programação completa: Instagram do Festival FelizCidade

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3