sábado, 22 de junho de 2024

Central de Regulação do SAMU Regional de Sete Lagoas orienta parto por telefone

Atendimento remoto foi fundamental para resguardar a vida da mãe e do bebê

Um dia de muita emoção não somente para mãe, avó e bebê, mas também para toda a equipe da Central de Regulação do SAMU Regional de Sete Lagoas. Um parto foi realizado sob orientação por telefone por um médico do SAMU.

Na manhã desta sexta-feira, 24 de maio, Mariana, a avó, acionou a Central de Regulação do SAMU solicitando socorro, pois a filha estava em trabalho de parto efetivo em casa. Quando o médico regulador Gabriel Carvalho identificou a situação, já empenhou a ambulância prontamente, porém, percebeu que não daria tempo da equipe chegar ao local antes do nascimento do bebê.

Diante disso, foi iniciada uma série orientações à avó para que o parto fosse realizado com a maior qualidade e segurança possível. Por fim, o bebê nasceu, ainda dentro da placenta, nos braços da avó, que muito emocionada rompeu a placenta sob orientação médica e iniciou os primeiros cuidados ao recém-nascido, que nasceu bem.

“Foi um momento de emoção tanto para os familiares quanto para a Central de Regulação. Com a chegada da ambulância ao local, foi constatado o bom estado de saúde tanto do recém nascido, um menino, quanto da mãe, sendo ambos encaminhados à maternidade local”, informa o médico Gabriel Carvalho.