segunda-feira, 15 de julho de 2024

Atenção motoristas: interdição de trecho na região dos bairros Progresso e Dona Dora

Trecho da R. Dom Pedro I será interditado de 1º a 5 de maio para obras da nova rede de esgoto do Córrego Pinhões: durante o período, motoristas devem ficar atentos aos desvios.

Dando sequência às obras de interligação da rede de esgoto da cidade à futura Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), no bairro Tamanduá, a Prefeitura de Sete Lagoas – por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) – informa que, a partir desta quarta-feira, 1º de maio, até domingo, 5 de maio, o trânsito será interditado no trecho da Rua Dom Pedro I, no bairro Progresso, entre as ruas Bernardo Alves Costa e Mendes, próximo ao Residencial Turmalina, e a rua Sulfumiro de Freitas.

Nesse período, motoristas devem ficar atentos às faixas de sinalização e aos desvios sugeridos. Quem desce a rua Dom Pedro I no sentido bairro-centro deve virar à direita na rua Sulfumiro de Freitas até a rua Equador. Já quem vem da rua Bernardo Alves Costa, deve virar à esquerda na rua Mendes, atrás do Atacadão e do Supermercado Santa Helena Progresso, até a rua Policena Mascarenhas.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU, antiga Seltrans) providenciará informativos aos empreendimentos de grande porte localizados no entorno, além de comunicar os prestadores de transporte público coletivo e de transporte escolar, para que tenham ciência dos desvios e providenciem rotas alternativas. A nova rede de esgoto vai interligar toda a região dos bairros Flórida, Progresso, Morro do Claro, Vitória da União e Condomínio Blue Garden, praticamente acabando com o lançamento de esgoto in natura no Córrego dos Pinhões.

De acordo com o supervisor do SAAE de Sete Lagoas, Marcos Wagner Lopes Júnior, a obra, chamada de interceptor dos pinhões, vai conectar todos esses bairros, com aproximadamente 12 quilômetros de rede de esgoto, colocando um fim à poluição do córrego. “A tendência é que a gente chegue em zero esgoto. A partir daí, entraremos com a fiscalização informando toda a população para que não jogue mais esgoto tanto no Córrego dos Pinhões quanto nos demais córregos, para que possamos voltar a ter córregos cristalinos como antigamente”, prevê.