quinta-feira, 18 de abril de 2024

Associação de Funilândia realiza feira de adoção de pets na Praça do CAT

Além das feiras de adoção, a AFA realiza campanhas de castração e resgate de filhotes em situação de rua ou quando o tutor não tem codições de cuidar

Cíntia Pereira da Silva e Claudineia Aparecida Freire na feira de adoção AFA

Acontece neste sábado, 28, a doação de pets na Praça Wilson Tanure (CAT-JK). A iniciativa é da Associação Francisco de Assis de Proteção aos Animais (AFA) e é realizada uma vez ao mês até as 14h.

Elizabeth Torres Coelho Gomes entrevistando o adotante Augusto de Souza

Os filhotes são levados até a Praça do CAT uma vez ao mês, sempre no último sábado. A adoção acontece através de cadastro e entrevista para o acompanhamento da adaptação e cuidados com os filhotes. Nos primeiros 15 dias após a adoção, a responsabilidade é da AFA e, caso o animal não se adapte ao ambiente, é novamente recolhido, voltando para o banco de adoções. Devido a dificuldade em levar gatos para a Praça, as adoções de felinos são feitas através do Instagram. A AFA realiza também o transporte dos animais adotados, caso o lar temporário seja longe do novo lar do pet.

Com 10 anos de atuação, a Associação Francisco de Assis de Proteção aos Animais, realiza trabalhos de resgate de animais em situação de rua contribuindo com o controle da população canina e felina, além de realizar campanhas de adoção e castração. Segundo a presidente da Associação, Claudineia Freire, os resgates são realizados em Funilândia e região, como Sete Lagoas e Matozinho, com números expressivos de animais resgatados em rodovias no entorno das cidades. “Quando a gente cria uma associação, seja para cuidar de animais, seja para assistência à criança, é uma contribuição com a sociedade. Eu faço porque gosto e acaba virando um hobby para mim. E no caso dos pets é uma necessidade porque, infelizmente, as questões dos animais ficam em segundo plano nas questões políticas. Então, só a sociedade mesmo que pode se mobilizar para tentar sanar um pouco o sofrimento desses animais”, conta Claudineia.

Os animais adotados, têm a castração garantida após os seis meses de vida. As campanhas de castração são feitas através de parcerias nas cidades em que a Associação atua. Para participar, os tutores devem entrar em contato com a AFA para realizar a castração que é feita com veterinários de baixo custo, sendo cobrado apenas a medicação. Tutores com filhotes também podem enviar fotos para as redes sociais da Associação para serem postadas e divulgadas para doação.

Sem um espaço físico próprio, os animais são mantidos em lares temporários com custeio de ração e medicamentos feito pela AFA. Ao encontrar um animal em situação de rua, a população pode entrar em contato com a Associação que levará os animais para um lar temporário ou podem se candidatar como lar temporário, tornando-se um parceiro da causa. O grupo protetores de Funilândia conta com doações mensais de 20 reais para a ajuda de custo. Para ser parceiro, basta entrar em contato através do Instagram ou pelo telefone (31) 98277-4834.

Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3