sábado, 13 de julho de 2024

Um dos adversários do Cruzeiro na Sul-Americana teve presidente preso e responsável pelo ‘FIFAgate’ | por Chico Maia

É o Union La Callera, da prateleira de baixo do Chile, cujo presidente Sergio Jadue se tornou presidente da Federação Chilena e se lambuzou na corrupção vendendo voto e pegando grana por fora nas negociações dos direitos de transmissão pela TV da Copa América de 2015.

Imagem: Conmebol/Sul-americana

Apertado pelos investigadores do FBI, não aguentou a pressão e fez um acordo de delação premiada. Entregou todos os colegas que “molharam a mão” e todos foram parar na cadeia ou perderam seus cargos nas federações, inclusive o José Maria Marin, então presidente da CBF.

Jadue ganhou proteção da justiça norte-americana, foi morar nos Estados Unidos, em princípio em Miami, e sumiu dos holofotes.

A história está toda na ótima série da Prime Amazon, “El Presidente”, lançada em 2020, que vale demais a pena assistir, em oito episódios.

Dito isso, o Cruzeiro pegará também o Universidad Católica (Equador) e o Alianza Petrolera, da Colômbia, teoricamente, todos mais fracos que a Raposa. Mas se entrar de salto alto, dança.

Imagem: Conmebol/Sul-americana