segunda-feira, 15 de julho de 2024

Atualização – Três suspeitos são presos pelo assassinato do vereador Renatinho Restelli, de Cachoeira da Prata

A Polícia Civil investiga a morte do vereador Renatinho Restelli (PP), de Cachoeira da Prata. Nesta terça-feira (12/03), diligências estão sendo feitas em Fortuna de Minas e Cachoeira da Prata.

Vereador Renatinho Restelli (PP)

Até o momento, três pessoas foram detidas suspeitas de terem participado do crime: um homem em Belo Horizonte, e um casal em Cachoeira da Prata.

O parlamentar foi encontrado sem vida na manhã do dia 06/12 do ano passado em sua residência.

ATUALIZAÇÃO

Conforme a Polícia Civil de Sete Lagoas, foram cumpridos três mandados de prisão referentes ao crime de homicídio cometido contra o vereador de Cachoeira da Prata, Renato Silva Maciel, em 06/12/23. Dois suspeitos, um homem de 29 anos e uma mulher de 37 foram presos em suas residências em Fortuna de Minas. O terceiro suspeito, um homem de 24 anos, é natural de Cachoeira da Prata, porém foi preso em Belo Horizonte.

Ocorrência em andamento, matéria em atualização.

O CASO

Segundo a Polícia Civil, na ocasião da morte, o corpo de Renatinho apresentava diversas perfurações feitas por um objeto cortante. O veículo do parlamentar foi encontrado próximo a Maravilhas.

Suspeita-se que o carro foi roubado e abandonado pelo autor do crime.

Renatinho Restelli tinha participado normalmente da reunião da Câmara Municipal de Cachoeira da Prata no dia anterior à sua morte.

Ele foi eleito na última eleição com 114 votos.