segunda-feira, 15 de julho de 2024

Santa Cruz, do Recife, quer vaga do Democrata de Sete Lagoas na Série D do Brasileirão

O começo da Série D do Campeonato Brasileiro de 2024 pode ser adiado. O motivo é a ação movida pelo Santa Cruz (Recife-PE) no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na visão do time pernambucano, o Democrata de Sete Lagoas está inabilitado para participar da competição nacional e quer herdar a vaga.

Jacaré já prepara para a temporada: segunda divisão do Mineiro e Série D do Brasileiro. Foto: Assessoria/Democrata

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já divulgou a tabela da Série D do Campeonato Brasileiro 2024. Um dos quatro representantes de Minas na competição, o Jacaré, está no Grupo A6, que conta com as seguintes equipes: Itabuna-BA, Real Noroeste-ES, Serra-ES, Ipatinga, Audax-RJ, Portuguesa-RJ e Nova Iguaçu-RJ.

Já o Santa Cruz solicita a suspensão do início da competição até que o pedido seja analisado. A equipe protocolou, nesta quarta-feira (27), uma medida cautelar destinada ao (STJD) para jogar a Série D deste ano e suspender o início da competição. A informação foi dada inicialmente pelo Podcast Beberibe 1285 e confirmada pelo advogado Osvaldo Sestário ao portal NE45.

Na última semana, o Santa Cruz deu entrada com um requerimento administrativo na CBF sobre a vaga na Série D. O prazo para a resposta era até esta quarta-feira. Como não houve retorno, a diretoria acionou o STJD.

O presidente do Democrata, Renato Paiva, foi procurado e vai se pronunciar a respeito da questão.

Veja matéria relacionada no portal 7diasnews.com.br: