segunda-feira, 22 de julho de 2024

Polícia Ambiental apreende armas e armadilhas para caça e pesca ilegais em Paraopeba

Operação Pesca Desembarcada Diurna também resultou na prisão de uma pessoa em flagrante

Fotos: Divulgação PMMG

A Polícia Militar de Meio Ambiente realizou a Operação Pesca Desembarcada Diurna neste domingo (21) em Paraopeba que resultou na apreensão de armas e vários materiais para caça e pesca ilegal. Uma pessoa foi presa em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, posse ilegal de armadilha de caça de animais silvestres e  por guardar apetrecho de pesca de uso proibido para categoria.

A equipe do 5º Pel MAMb – Sete Lagoas realizou diversas abordagens nas estradas vicinais dos municípios de Inhaúma e Paraopeba. Durante este patrulhamento, os militares viram uma caminhonete Hilux com o motorista e um indivíduo do lado de fora na porta da Fazenda Laguna. A guarnição efetuou a abordagem veicular e pessoal não sendo encontradas irregularidades. 

Porém durante abordagem, o indivíduo que se encontrava do lado de fora relatou ser funcionário da fazenda e morar no local. Em determinado momento, esse indivíduo deslocou de forma suspeita para os fundos da casa, e o Sgt Altemar ao perceber abordou o mesmo saindo da cozinha com duas armas de fogo nas mãos. Ao ser abordado, obedeceu de imediato às ordens, colocando as armas ao solo. O Sgt Rajão deu cobertura, e questionado se possuía mais armas no interior da residência, relatou que sim, e após buscas foi localizada uma espingarda polveira carregada na sala sobre um sofá cama e várias munições de diversos calibres em um quarto. Todas as armas estavam carregadas e prontas para uso.

No quintal foram localizadas armadilhas de caça e apetrechos de pesca de uso proibido para categoria amadora. Foi dado voz de prisão em flagrante ao autor, lavrado um AI do Sisema, e apreendidos os seguintes materiais:

– 03 armas de fogo

– 03 munições calibre. 38 intactas

– 06 cartucho calibre 28 intactos

– 08 cartuchos calibre 36 intactos

– 01 adaptador de choque p/ arma artesanal

– 16 redes de emalhar 

– 02 tarrafas 

– 03 armadilha de animal silvestre (Gaiola de Tatu)

O autor e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Plantão. Confira registros divulgados pela corporação:

Por Ana Amélia Maciel