segunda-feira, 15 de julho de 2024

Minas Gerais vai decretar estado de emergência por causa da dengue

Doença está tendo comportamento de ano epidêmico muito parecido 2016 e 2019, de acordo com Secretário Estadual de Saúde

Fonte: Banco de Imagens MS

Minas Gerais vai decretar situação de emergência em saúde por causa do aumento nos casos de dengue. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (23). A previsão é de que os casos ultrapassem a marca de 400 mil.

De acordo com último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, até o dia 22 de janeiro, 11.490 casos de dengue foram registrados em todo o estado. Minas Gerais também registrou 32.316 casos prováveis (casos notificados, exceto os descartados) de dengue. Há um óbito confirmado por dengue e 14 estão em investigação.

“Não há dúvidas de que este será um ano difícil para o enfrentamento da dengue em Minas Gerais. O que estamos percebendo é que, desde outubro do ano passado, a dengue está tendo comportamento de ano epidêmico muito parecido com anos que consideramos mais graves, como 2016 e 2019”, comentou o secretário.

Chikungunya e Zika

Em relação à febre Chikungunya, foram registrados 4.353 casos prováveis da doença, dos quais 3.067 foram confirmados. Até o momento, um óbito foi confirmado por Chikungunya em Minas Gerais e dois estão em investigação.

Quanto ao vírus Zika, até o momento, foram registrados dois casos prováveis e ainda não há casos confirmados da doença. Também não há óbitos confirmados ou investigação por Zika em Minas Gerais.

Fonte: BHAZ