sábado, 13 de julho de 2024

Marcado para o dia 11 de abril leilão para concessão da BR-040 entre BH e Juiz de Fora

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) marcou para 11 de abril de 2024 a realização do leilão para a concessão da BR-040/MG, que abrange o trecho entre Belo Horizonte e Juiz de Fora. O aviso de licitação relativo ao Edital de Concessão foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (29/12). Estão previstos mais de R$ 9 bilhões de investimentos ao longo dos 30 anos de concessão.

Ao dividir a BR-040, que liga o Rio de Janeiro até Brasília em três trechos, o Ministério dos Transportes melhorou as condições para a concessão da rodovia. Foto: Agência Brasil/Divulgação

Após o fracasso do leilão da BR-381, entre BH e Governador Valadares, no final do ano passado, a aposta no setor privado para destravar investimentos nas principais rodovias mineiras passou por desconfianças e incertezas. No entanto, somente nesta segunda-feira (8), será possível saber se há ou não interesse na rodovia.

Desde 2017, a rodovia mineira se tornou motivo de incertezas para o setor público e para milhares de motoristas que passam pelo trecho. A concessionária Invepar, dona da Via 040, administra a rodovia desde 2014, mas em setembro de 2017 pediu ao governo federal para fazer uma “rescisão amigável” do contrato, alegando a redução no volume de tráfego e dificuldades em conseguir licenças para fazer as obras exigidas em contrato.

O processo de relicitação se arrastou por anos e o Ministério dos Transportes, ainda durante a gestão do ex-ministro Tarcísio de Freitas (atual governador de São Paulo), decidiu dividir a BR-040 em três partes: o primeiro, entre Juiz de Fora e Belo Horizonte; o segundo entre Belo Horizonte e Cristalina (GO) e, o último entre Cristalina e Brasília.

Ao dividir a BR-040, que liga o Rio de Janeiro até Brasília em três trechos, o Ministério dos Transportes melhorou as condições para a concessão da rodovia.

Veja os detalhes do projeto

  • Extensão total da concessão – 232 km – Entre o entroncamento com a BR-356, no km 544, em Nova Lima, até a interseção com a Antiga União e Indústria, no KM 776, em Juiz de Fora.
  • Obras de duplicação – 163,9 km
  • Faixas adicionais – 42,1 km
  • Correção de traçado – 34
  • Passarelas – 8
  • Retornos em nível – 18
  • Praças de pedágio – 3 (Itabirito, Conselheiro Lafaiete, Barbacena)

Com Agência Brasil e Itatiaia