sábado, 13 de julho de 2024

Hora do Atlético e do Cruzeiro: poupar ou não poupar? Grêmio poupou e se deu mal. Flamengo com titulares, quase perdeu  | por Chico Maia

Cobrado por levar só reservas para a Bolívia e perder de 2 a 0 para o The Strongest, na estreia da Libertadores, Renato Gaúcho respondeu: “Eu sou pago para pensar. Tenho uma decisão no final de semana. Na Libertadores, tenho mais 5 jogos.”

O Flamengo só não teve De La Cruz, gripado, na estreia em Bogotá contra o Milionários. Passou um aperto danado, mesmo jogador com um a mais durante a maior parte do segundo tempo.

Para quem aspira brigar pelo título, o principal objetivo na fase de grupos é terminar como o primeiro colocado geral. Para isso, não perder pontos, principalmente para os considerados mais fracos, é fundamental.

O Atlético levou os 24 jogadores inscritos para Caracas, visando a estreia lá. Pela Sul-americana, o Cruzeiro também estreia amanhã e só poupou o Dineno e o Arthur Gomes da viagem ao Equador.

Os treinadores ficam a com responsabilidade de decidir quem começa jogando, de olho na decisão do estadual, que se tornou muito importante para ambos.

Aliás, a culpa de situações delicadas como essa é dos dirigentes dos próprios clubes, que desunidos, não têm força para peitar as federações, CBF e as TVs donas dos direitos de transmissão, que impõem essas tabelas de competições distintas, intercaladas.