quarta-feira, 24 de abril de 2024

Futebol mineiro assiste ao renascimento do Valeriodoce de Itabira

O Valério e o caminho de volta à cena principal do futebol mineiro. Foto: Adilson Simeão/twitter

Chico Maia

No início da temporada de 2022 o twitter oficial do Valério informava:
@ValerioEC1942 “Ficamos anos com o futebol inativo. Voltamos em 2018 e fizemos uma ótima campanha na segunda divisão, mas não deu. Caímos na Semi-final contra o Athletic. 2019,2020 e 2021 na inatividade. Voltamos ano passado e fizemos uma boa campanha e novamente paramos na Semi-final.”

Agora, aos 80 anos de existência, um dos clubes mais tradicionais e simpáticos do nosso futebol, está de volta ao Módulo II, que corresponde à segunda divisão estadual, 13 anos depois de sua última participação.
Conseguiu dar a volta por cima, a partir de duas importantes trocas de poder em Itabira: na presidência do clube, que teve eleito o administrador João Mário de Brito em 2019 e na prefeitura da cidade em 2020, quando foi eleito o jornalista Marco Antônio Lage.


Competência, organização, transparência e visão de mundo. Neste último caso, especialmente o Marco Antônio, que foi durante muitos anos o diretor de Comunicação da FIAT América Latina.
Ex-jogador do Valério, sabedor da importância do esporte para qualquer comunidade brasileira, colocou o tema em suas propostas de campanha e, eleito, cumpriu. Ainda mais porque sabia da seriedade do presidente do Valério, que já estava no cargo, enfrentando todo tipo de dificuldade para manter o clube funcionando.


Com o apoio e participação da Câmara Municipal a prefeitura pode contribuir de várias formas para que o Valério se tornasse viável novamente. Em julho deste ano João Mário de Brito se licenciou da presidência para assumir a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), e em seu lugar assumiu o vice Antônio Lage da Silva, o “Miné’’, que apesar do sobrenome não tem parentesco com o prefeito.


Fiquei feliz também porque um conterrâneo de Sete Lagoas, teve importância fundamental na ascensão do time: o técnico Paulinho Guará, ex-jogador do Democrata, Atlético e futebol sueco, que se revelou como treinador no Democrata, com quem subiu da terceira para a segunda e primeira divisão.
A decisão da vaga foi fantástica contra o América de Teófilo Otoni. Perdeu o primeiro jogo em Itabira 3 x 1, devolveu a diferença de gols em Teófilo Otoni, fazendo 2 a 0, quando ninguém acreditava e venceu nas penalidades.


Com o acesso garantido, vai disputar p título contra o vencedor entre Mamoré e Guarani, nesta segunda-feira, 20, que fazem a partida de volta em Patos de Minas. O jogo de foi 2 a 2 em Divinópolis.

Foto: arquivo pessoal

Em 2001, Marco Antônio Lage era diretor de Comunicação da FIAT, dona da Juventus da Itália, que tinha Zinedine Zidane como principal estrela. A foto registra encontro dos dois no Centro de Treinamento da Juve, em Turim.

Durante a disputa o prefeito literalmente vestiu a camisa, foi para a arquibancada torcer e ainda postou em suas redes sociais

Foto: Edísio Torres

Paulinho Guará (direita) e o ex-lateral direito do Democrata, Edisio Torres, comemorando o título do Módulo II do Campeonato Mineiro, em 2022

https://bhaz.com.br/noticias/esportes/a-decisao-da-vaga-foi-fantastica-contra-o-america-de-teofilo-otoni/
Anuncio #1
Anuncio #2
Anuncio #3